terça-feira, 25 de novembro de 2008

O Método da Paciência


Certo dia em uma das aulas de Antropologia na faculdade, a professora fez um comentário bastante interessante sobre a cultura indigena. Segundo ela, o método de disciplinar as crianças nas tribos indígenas é baseado na paciência.
A professora narrou o caso de uma mãe Índia que enquanto fazia os utensílios domésticos da tribo com o barro, seu filho pequeno chamava por ela, gritava, chorava, quebrava suas panelas de barro e até batia na mãe índia... Tipo chamando a atenção. Porém, a mãe aplicava o método da paciência ou indiferença. Ou seja, não demonstrava ao filho que percebia sua presença. Quando o menino quebrava o barro que ela cuidadosamente trabalhava, ela sem nenhuma palavra recomeçava o trabalho.
Talvez se um de nós, presenciasse essa cena, ficaríamos irritados e até chamaríamos essa mãe de boba... que não dá educação ao filho. Para nossa cultura, o ideal talvez fosse dar umas boas palmadas no filho.
Porém, quando a mãe agia assim, o filho com o tempo se cansava e ficava quietinho observando o trabalho da mãe.
Ao ouvir essa mensagem, comparei o método aplicado pela índia na educação de seu filho com a minha vida com Deus.
E percebi que muitas vezes nós agimos como esse menino. Ficamos gritando, chorando, querendo chamar a atenção de Deus com nossos atos infantis. Mas Deus aplica o método da paciência, para que ao invés de chamar a atenção dele toda para nós. Nós é que devemos prestar atenção nas coisas lindas que ele faz por nós e para nós.
Pare de chorar, de gritar... E reflita sobre as obras lindas que Deus está realizando na sua vida e de sua família.

Nenhum comentário:

Amizade...presente de Deus!

Amizade...presente de Deus!